Acerca de nós

A nossa mensagem

Fotografia da Diretora Michiko Ogawa

Redescubra a música.

A música não tem fronteiras nem idade, comovendo pessoas de todas as culturas e gerações. Todos os dias a temos novas emoções e novos sons para descobrir. Aventure-se connosco e redescubra a música. Technics.

A derradeira experiência musical emocionante.

Na Technics compreendemos que a experiência de audição não se limita à tecnologia - a magia e a relação emocional entre as pessoas e a música é incrivelmente importante. Queremos que as pessoas possam desfrutar da música de uma forma fiel às intenções dos criadores, permitindo-lhes sentir todo o impacto emocional da música. Através do fornecimento desta experiência, pretendemos apoiar o desenvolvimento da cultura musical do mundo. Esta é a nossa filosofia. Através de uma combinação do amor à música e da vasta experiência de áudio de alta qualidade da equipa da Technics, estamos empenhados em criar uma marca que forneça a derradeira experiência musical emocionante - para amantes da música, por amantes da música.

Fotografia de Michiko Ogawa a tocar piano

Uma experiência musical ímpar.

Uma nova experiência sonora

A paisagem sonora sofreu diversas alterações ao longo do anos. Desde as técnicas e equipamentos de gravação aos dispositivos de reprodução e tipos de multimédia, o ambiente sonoro está em constante evolução e a conveniência está a transformar-se numa necessidade essencial. O crescimento da Internet e da velocidade da banda larga possibilitou o envio e a receção de enormes volumes de dados, permitindo obter música digitalmente em perda de qualidade. Está na altura de entrar na era das redes digitais, utilizando as nossas décadas de experiência no setor do áudio, testando os limites da reprodução sonora e proporcionando novas experiências sonoras para os amantes da música.

Technics - um parceiro para a vida

Ao longo de 100 anos de história de áudio analógico, a qualidade de som foi aperfeiçoada até um nível que fornece uma experiência de audição satisfatória. No entanto, a era digital tem muito mais para oferecer. Iremos utilizar as várias décadas de experiência na procura da melhor reprodução sonora possível através da tecnologia e do design para disponibilizar um produto com uma qualidade de áudio superior. No entanto este é apenas um dos passos a caminho do nosso objetivo de fornecer a melhor experiência de áudio possível aos amantes da música, que não se contentam com menos do que a experiência de audição da Technics.

Diretora
Michiko Ogawa

Assinatura manuscrita de Michiko Ogawa

Filosofia

Todos os produtos e atividades da Technics são orientados por
três filosofias.

Filosofia de som

Fotografia de Koichi Miura

A eterna procura do derradeiro som.

O dinamismo da música animada, o silêncio avassalador e a tensão das performances musicais. A energia dos instrumentos e a inspiração da voz do cantor. Nunca iremos abandonar a procura da derradeira essência da música.

Desenvolvimento sonoro sem compromissos.

Para alcançar o “som da Technics”, estabelecemos algumas regras internas que nos desafiam durante todo o percurso de desenvolvimento. Os especialistas de áudio dedicados estão envolvidos num processo de desenvolvimento rigoroso que inclui a realização de avaliações sonoras exigentes por um comité de som, certificação de qualidade passo-a-passo e diversas avaliações físicas de desempenho. Além disso, selecionamos os melhores materiais para criar o som ideal. Só é possível alcançar o som exclusivo e inspirador da Technics mediante o cumprimento destes requisitos. Para alcançar este som, recusamo-nos a efetuar qualquer tipo de compromissos.

Fotografia de Koichi Miura a ajustar o volume

A cultura sonora da Technics.

O áudio faz parte do nosso ADN.

Ao relançar a Technics, iremos transportar as quase cinco décadas de experiência no setor do áudio e este ADN para a era digital, fornecendo tecnologias inovadores de processamento de sinais digitais em aparelhos com designs totalmente novos.

Uma experiência que apela a todos os sentidos.

Os produtos da Technics não se limitam a produzir som. Têm um papel importante no ambiente dos amantes da música, envolvendo o ouvinte em música vibrante e dinâmica. Permanecer fiéis à fidelidade de som é algo crucial para nós. Garantimos uma reprodução de sinais de áudio o mais fiel possível, com um som nítido e cristalino. Para alcançar o “som da Technics”, estabelecemos mais de 100 regras internas. Estas regras incluem não só o desempenho numérico mas também críticas de design, seleção de materiais e comunicação com amantes da música, de forma a manter o verdadeiro “som da Technics”. É esta cultura da Technics que permite fornecer excelência para amantes da música, por amantes da música.

Diretor de produção
Koichi Miura

Assinatura manuscrita de Koichi Miura

Filosofia de tecnologia

Fotografia de Tetsuya Itani

A eterna procura da perfeição através da inovação.

Prometemos desafiar os limites da reprodução sonora através de tecnologias inovadoras que serão continuamente otimizadas.

A inovação faz parte do nosso ADN.

Desde o nascimento da Technics em 1965, temos tido um desempenho pioneiro e temos vindo a fornecer produtos de áudio apelativos e inovadores. A equipa renovada da Technics trará consigo um esforço incansável para ultrapassar os objetivos previamente alcançados e fará o seu melhor para fornecer uma reprodução sonora tão fiel às intenções dos criadores quanto possível.

message_philosophy

Na vanguarda do áudio digital.

A inovação impulsiona o crescimento da Technics.

A nossa empresa investiu vastos recursos de investigação na Technics. Tal levou à criação de tecnologias exclusivas, como os gira-discos com de acionamento direto, as colunas lineares e a redução da distorção de comutação em amplificadores. Estas tecnologias ajudaram a criar uma nova era e ganharam admiração. Desde que a Technics deixou temporariamente o mercado, o ADN da empresa foi herdado por outros produtos - como leitores de DVD e Blu-ray. Agora, estamos confiantes no facto de que contamos com fortes alicerces para criar novas tecnologias e suportar o regresso da Technics.

Tecnologia da Technics, para uma experiência de audição comovente.

Na nossa opinião, a tecnologia é apenas um meio para fornecer experiências musicais incríveis. Os novos produtos da Technics tentarão testar os limites do som através da tecnologia. A introdução das nossas novas tecnologias permitiu-nos resolver o problema do ruído e da distorção, um problema que não foi possível eliminar totalmente nos amplificadores digitais anteriores. Permitiu-nos fornecer sinais de alta resolução a colunas, que têm agora capacidade para reproduzir som com o maior nível de fidelidade possível sem ter o artista a tocar para si em sua casa. Este conceito foi reforçado através da coluna coaxial da Technics, que permite estreitar o foco de som. Iremos também continuar a desenvolver novas tecnologias, como o processamento de sinais para otimização das características do sinal de áudio para as colunas, de forma a cumprir os novos requisitos de áudio de alta resolução. A Technics irá continuar a inovar na vertente das tecnologias de áudio de forma criar a experiência musical mais emocionante possível para amantes da música, por amantes da música.

Engenheiro-chefe
Tetsuya Itani

Assinatura manuscrita de Tetsuya Itani

Filosofia de design

Fotografia de Koji Mochizuki

O design da Technics e os ambientes sonoros em perfeita harmonia.

Iremos criar produtos duráveis, realçando o ambiente sonoro dos amantes da música e mantendo a identidade do design tradicional da Technics.

Design intemporal em cada detalhe.

Os novos produtos da Technics contam com um design intemporal com as linhas simples e elegantes dos produtos tradicionais da Technics, fornecendo simultaneamente tecnologia acústica de qualidade superior. A utilização de materiais premium, a construção precisa, as técnicas de fabrico e as cores e texturas solenes criam peças prestigiosas para os ambientes sonoros dos verdadeiros amantes da música.

Fotografia de Koji Mochizuki

Aparelhos apelativos e fiéis às tecnologias sonoras.

Concebidos a pensar no som e na harmonia.

Os novos produtos da Technics foram concebidos em redor de dois conceitos fundamentais. O primeiro é um design que apela aos amantes da música. Não se trata de uma simples peça de equipamento eletrónico, mas um elemento essencial para a experiência sonora e um produto que o amante da música tem orgulho em possuir e exibir em sua casa. O segundo é um design fiel à identidade tradicional da Technics, isento de elementos superficiais. O produto foi concebido de forma a incluir apenas os elementos essenciais, proporcionando o elevado desempenho exigido pelos nossos clientes.

Os valores fundamentais de design da Technics são compostos pela integração do legado da marca com as novas inovações.

A paixão e os detalhes da criação dos produtos não estão limitados às inovações tecnológicas. No que toca ao design, a paixão é preservada através da construção de um corpo robusto que complementa e otimiza a tecnologia no interior do aparelho. Utilizamos componentes premium mesmo nos elementos mais pequenos, como os botões táteis minimalistas. No entanto, para reproduzir a emoção do analógico, combinamos o presente com o passado através dos comutadores e do ressaltar dos indicadores de volume durante a reprodução sonora. Além disso, as cores solenes e o formato do equipamento ajudam também a criar uma sensação de prestígio em qualquer divisão. Tirámos partido da do legado orgulho e diverso da Technics para criar uma nova identidade de design que esperamos que seja igualmente adorada. Qual é a presença que podemos esperar da Technics no ato emocional de ouvir áudio de alta qualidade? A resposta está no nosso novo design.

Designer principal
Koji Mochizuki

Assinatura manuscrita de Koji Mochizuki

A história da Technics

Technics 1

O Technics 1 foi o primeiro modelo da marca Technics, um sistema vedado de colunas de duas vias. Embora compacto, o sistema proporcionava graves comparáveis aos sistemas de colunas de chão.

1965: Ilustração do Technics 1

Technics 10A

O 10A foi o primeiro pré-amplificador estéreo da série Technics. Composto por uma secção de amplificação com circuitos NF de duas fases, este amplificador minimizava a distorção e proporcionava um intervalo dinâmico excecional.

1966: Ilustração do Technics 10A

Technics 20A

O Technics 20A foi o primeiro amplificador de potência da marca Technics. Este amplificador de alta potência utilizada vinte tubos de pêntodo 50HB26 e circuitos OTL, algo incrível para a era em que foi lançado.

1966: Ilustração do Technics 20A

Technics 30A

Como melhoramento do Technics 10A, o Technics 30A proporcionava um nível ímpar de redução da distorção e uma otimização incrível da relação de sinal/ruído através do exclusivo método SEPP. Além disso, o 30A contava com um circuito RIAA totalmente novo e incrivelmente inovador.

1968: Ilustração do Technics 30A

Technics 50A

O Technics 50A era um amplificador com um transístor integrado que representou o culminar do desenvolvimento dos amplificadores de tubo da Technics. O recém-adotado método OCL veio mais tarde a transformar-se na norma para a maioria dos fabricantes de amplificadores com transístor.

1969: Ilustração do Technics 50A

SP-10

O SP-10 foi o primeiro gira-discos de acionamento direto do mundo, originando uma nova era de som. Este gira-discos eliminou a vibração e as irregularidades de rotação provocadas pelo método de acionamento por correia e, embora tenha sido concebido como produto para consumidores, foi largamente utilizador em estações de transmissão. Também influenciou bastante outros equipamentos de áudio.

1970: Ilustração do SP-10

SL-1200

O SL-1200 foi o primeiro de uma série de gira-discos de acionamento direto reconhecidos pela estabilidade de rotação. Esta série continuou a ser produzida durante praticamente 40 anos, tornando-se um marco da cultura dos DJs.

1972: Ilustração do SL-1200

SU-10000

O SU-10000 representou o auge dos pré-amplificadores. Com o desenvolvimento da amplificação de três fases na fase de equalização, o SU-10000 liderou o setor dos amplificadores topo de gama no Japão.

1972: Ilustração do SU-10000

SE-10000

O SE-10000 foi o primeiro amplificador de potência do mundo com uma fonte de alimentação de alta capacidade e tensão constante. Os indicadores de volume forneciam uma leitura precisa dos valores mais elevados, tendo-se transformado posteriormente na norma.

1972: Ilustração do SE-10000

SB-1000

O SB-1000 foi o primeiro sistema de colunas de prateleira de três vias com uma estrutura em cúpula do Japão. Este sistema de colunas ganhou popularidade devido ao incrível desempenho e preço acessível.

1973: Ilustração do SB-1000

Technics 7 (SB-7000)

Este sistema de colunas validou a teoria de fase linear única da Technics. Posteriormente, este sistema veio a influenciar diversas colunas por todo o mundo.

1975: Ilustração do Technics 7 (SB-7000)

SE-A1

O SE-A1 foi um incrível amplificador de potência. Cada canal contava com quatro fontes de alimentação, proporcionando um total de oito fontes de alimentação numa estrutura independente esquerda e direita. Este amplificador CC Classe A+ eliminava até os condensadores do circuito de realimentação. O amplificador contava com uma potência de saída de 350 + 350 W.

1977: Ilustração do SE-A1

SU-A2

O SU-A2 foi um pré-amplificador com desempenho de Classe A em todas as fases. Contava com um circuito totalmente DC. Este pré-amplificador alcançava uma relação de sinal/ruído de 95 dB (2,5 mV) para a entrada fono e estava equipado com UFE*. Este amplificador multifuncional de alta qualidade permitia todos os tipos de controlos. * UFE: Universal Frequency EQ

1977: Ilustração do SU-A2

SB-10000

O SB-10000 foi o derradeiro sistema de colunas de três vias de fase linear em corneta com bass-reflex para médias e altas frequências. No desenvolvimento deste sistema foram apresentadas avançadas tecnologias inéditas no Japão e no resto do mundo.

1977: Ilustração do SB-10000

SL-10

O SL-10 foi um gira-discos totalmente automatizado equipado com a tecnologia de prato giratório da Technics para as dimensões de LP (31,5 cm). O seu design foi também bastante aclamado e o seu prato giratório foi adquirido pelo Museu de Arte Moderna de Nova Iorque.

1979: Ilustração do SL-10

SL-P10

O SL-P10 foi o primeiro leitor de CDs da Technics. O circuito dedicado era maioritariamente composto por LSIs e ICs recém-desenvolvidos. Para alcançar o acionamento direto foi utilizado um motor DD.

1982: Ilustração do SL-P10

SB-RX50

O SB-RX50 foi um sistema de colunas com unidades planas coaxiais recém-desenvolvidas. Estes sistema proporcionava uma excelente localização de imagem sonora e uma resposta de frequência estável através da utilização de painéis acústicos individuais e outras formas de análise de vibração.

1986: Ilustração do SB-RX50

SB-AFP1000

A SB-AFP1000 foi uma incrível coluna de painel plano que utilizava duas estruturas baseadas numa teoria acústica única. Esta coluna proporcionava uma reprodução de som fiel e foi utilizada pela Ópera de Viena.

1988: Ilustração da SB-AFP1000

SST-1

O SST-1 foi um sistema de duas colunas em corneta que proporcionavam uma reprodução sonora fiel com um elevado nível de eficiência e distorção reduzida. Este sistema faz parte de uma coleção permanente no Museu de Arte Moderna em Nova Iorque.

1988: Ilustração do SST-1

SL-Z1000

O SL-Z1000 foi o primeiro leitor de CDs individual da Technics. Para proporcionar uma reprodução sonora fiel, este leitor de CDs contava com uma estrutura de elevado controlo vibratório.

1989: Ilustração do SL-Z1000

SH-X1000

O SH-X1000 foi um processador digital com conversão MASH DA de 1 bit numa configuração de 3 chips. Este processador fornecida uma reprodução isenta de distorção de sinais mínimos sobrepostos em sinais de baixo ou alto nível.

1989: Ilustração do SH-X1000

SB-M10000

O SB-M10000 foi um sistema de colunas de chão Kelton-Method com origem na tecnologia de silêncio única. Este sistema proporcionava um campo sonoro altamente fiel com graves profundos e vibração reduzida.

1995: Ilustração do SB-M10000

SE-A7000

O SE-A7000 foi um amplificador de potência com novos circuitos MOS Classe AA que utilizava entradas MOS FET para os elementos de ampliação do amplificador de controlo de potência e proporcionava um controlo de sinais de alta fidelidade com uma excelente capacidade de resposta a altas frequências.

1992 - 2000: Ilustração do SE-A7000

SU-C7000

O SU-C7000 foi um pré-amplificador com uma fonte de alimentação a pilhas. O efeito de fuga de fluxo magnético foi eliminado através da separação da fonte de alimentação CA e do circuito de sinal, fornecendo uma qualidade de som excecional com características físicas cuidadosamente aperfeiçoadas.

1992 - 2000: Ilustração do SU-C7000

O nosso site usa cookies e ferramentas similares para melhorar a performance e aumentar a sua experiência de utilizador. Continuando a usar este site sem mudar as suas configurações, significa que você concorda com o seu uso. Para saber mais sobre os cookies que usamos ou como mudar as suas configurações, por favor veja a nossa Política de Cookies. OK Ver mais